8 Grandes Comandantes da Cavalaria na História

Traduzido e aptado por Sagran Carvalho.

Assim que os cavalos foram domesticados, eles foram usados ​​na guerra.  Dos arqueiros à cavalo das estepes asiáticas para a cavalaria empunhando o sabre do século 19, suas proezas criaram liderança de grandes comandantes.

Aqui estão oito desses comandantes, cada um refletindo seu tempo.

Alexandre o Grande

Um dos líderes militares mais extraordinários do mundo antigo, Alexandre forjou um império que da Europa à Ásia.

Sempre pronto para se adaptar, Alexandre criou e liderou uma força de ataque de elite, a Companhia do Cavaleiro. Era uma época de liderança heroica, quando um comandante poderia inspirar seus homens, liderando à frente de seus comandados. Alexandre enrolando-se em uma bela capa, montou seu famoso corcel Bucephalus e conduziu a Cavalaria do Companheiro em perigosas batalhas. Foi o tipo de liderança que bateu o poderoso Império Persa em Granicus, Issus e Gaugamela.

Carlos Magno

O surgimento de nações fortes do caos após o colapso do Império Romano estava intimamente ligado à cavalaria. Uma elite social e militar de tropas montadas fortemente armadas evoluiu para a classe que conhecemos como cavaleiros.

Começou no Império carolíngio durante o século 8 . Sob o imperador Carlos Magno, essas forças se tornaram a parte mais robusta e efetiva do exército. Ele percorreu toda a Europa, criando o primeiro grande império europeu do período pós-romano. Os estábulos de Carlos Magno eram conhecidos pelos seus belos cavalos. Ele era um comandante corajoso no campo de batalha, andando ao lado de seus homens como Alexandre tinha feito.

Genghis Khan

As estepes asiáticas haviam sido o lar de uma cultura baseada no cavalo. No início do século 13, Genghis Khan construiu um império sobre ela.

O povo de Genghis, os mongóis, eram criados desde o nascimento como cavaleiros. Eles foram excelentes cavaleiros, tanto por causa de suas habilidades quanto por terem cavalos abundantes. Não eram os pequenos cavalos ou muares pesados ​​favorecidos pelos aristocratas europeus. Eram potrinhos resistentes que floresciam em condições que deixariam os cavalos europeus com frio e fome.

Para a maioria dos exércitos da época, a cavalaria representava uma pequena porção das tropas. Sob os Khans, o exército era quase inteiramente cavalaria. Genghis conquistou um continente sobre a sela.

William Marshall

No século 12, um dos mais famosos cavaleiros da história inglesa, William Marshall exemplificou a cultura cavalheiresca no seu auge. Devido a ele, o comando da cavalaria diminuiu para uma única função – liderar uma carga sem hesitação ou medo.

Marshall ganhou  reputação de um cavaleiro valente, habilidoso e digno, muito antes de tomar o comando, mas é como um comandante que ele é melhor lembrado. Após a morte do rei João no auge da guerra civil e da invasão francesa, o envelhecido Marshall tornou-se regente e comandante das forças realistas. Ele liderou a luta em Lincoln que parou a invasão e também acabou com uma revolta. Ele não era um inovador nem era um tático de renome, mas ele era o melhor no que ele fazia.

Oliver Cromwell

Durante a Guerra Civil inglesa, um obscuro membro da nobreza do país chamado Oliver Cromwell criou uma força de cavalaria nas terras planas de East Anglia. Seu comando bem sucedido o levou do líder da milícia local para ser o líder geral dos exércitos parlamentares e, finalmente, ser rei.

Cromwell era um reformador militar que trouxe uniformidade e disciplina às tropas. Fortemente fundamentado e disciplinado, uma de suas características mais importantes como comandante de cavalaria era a habilidade de controlar as tropas.

Marechal Joachim Murat

Um dos maiores apoiantes de Napoleão Bonaparte, Murat tornou-se o cunhado do imperador e Rei de Nápoles. Um bom líder e um dos principais marechais da França, foi como um comandante de cavalaria que ele realmente se superou. Durante uma batalha em Alexandria, ele liderou sua cavalaria ao atravessar as três linhas de forças turcas em um ataque rápido e feroz. Ele lutou contra o comandante turco, Mustafa Pasha, foi ferido por um tiro no rosto e capturou o Paxá depois de cortar dois de seus dedos.

José Antonio Páez

Pastor latino-americano, Páez tornou-se oficial de cavalaria durante as guerras de independência do continente no século XIX. Um talentoso cavaleiro e líder, ele era conhecido como o Centauro das Planícies. Como muitos dos melhores comandantes de cavalaria, sua grandeza veio de ousadia.

Ele liderou as forças revolucionárias para o sucesso em seis grandes batalhas, ajudando Simon Bolivar a garantir a independência de várias nações sul-americanas. Ele foi o responsável pela separação da Venezuela da então Gran Colombia.

Jeb Stuart

Elegantemente vestido e incansavelmente ousado, Stuart encarnou a imagem romântica da aristocracia do sul e do cavalheiro arrojado. Como comandante da cavalaria confederada durante a Guerra Civil Americana, ele literalmente montou anéis em torno dos exércitos da União.

O movimento rápido de Stuart, e ataques audazes ajudaram a desestabilizar o inimigo.

O ferimento fatal de Stuart na Taverna Amarela, superado por uma força da União duas vezes maior que a dele, foi um símbolo dos dias moribundos da cavalaria. Na era da metralhadora, não haveria mais cavaleiros extravagantes. A história tinha visto muitos grandes comandantes de cavalaria, mas não os veria mais.

Fontes:

Philippe Contamine, traduzido por Michael Jones (1984), Guerra na Idade Média

Mike Duncan (2013-2017), Revolutions Podcast

Robert Harvey (2006), The War of Wars: A luta épica entre a Grã-Bretanha e a França: 1789-1815

Philip Haythornthwaite (2004), The Peninsular War: The Complete Companion to the Iberian Campaigns 1807-14

Ann Hyland (1994), The Medieval Warhorse, De Byzantium às Cruzadas

John Keegan (1987), The Mask of Command

James M. McPherson (1988), Battle Cry of Freedom: a guerra civil americana

 

Publicado originalmente em War History on line

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s