Líder do Estado Islâmico pede em áudio que militantes continuem lutando

Por Nadine Awadalla e Eric Knecht

O líder do Estado Islâmico, Abu Bakr Al-Baghdadi, exortou seus seguidores a permanecerem firmes e continuarem lutando no Iraque, na Síria e em outros lugares, e realizando ataques contra o Ocidente.

A mensagem, divulgada nesta quinta-feira, é a primeira comunicação de áudio de Baghdadi em quase um ano, período durante o qual o grupo perdeu grande parte de seu autoproclamado “califado”.

O áudio, parcialmente dedicado às escrituras religiosas, veio depois de vários relatos de que Baghdadi havia sido morto. Sua última gravação fora em novembro de 2016, duas semanas após o início da batalha para recuperar a cidade de Mosul do Estado Islâmico.

A data da nova gravação, de 46 minutos, lançada através da organização de notícias Al-Furqan, não ficou clara. Mas Baghdadi faz uma aparente referência a eventos recentes, incluindo ameaças da Coreia do Norte contra Japão e Estados Unidos e a recaptura há dois meses de Mosul por forças iraquianas apoiadas pelos Estados Unidos.

Desde que Baghdadi proclamou o califado que se estendia por Iraque e Síria, em 2014, as forças iraquianas retomaram uma série de cidades no oeste e no norte do Iraque, incluindo Mosul, onde Baghdadi fez seu anúncio na mesquita El Nuri da cidade.

As forças sírias apoiadas pelo Ocidente também estão avançando na cidade síria de Raqqa, sede operacional do Estado islâmico, de onde traçou muitos dos ataques que mataram centenas de pessoas em todo o mundo.

“Cuidado com o retiro ou o sentimento de derrota, cuidado com as negociações ou entregue-se. Não entregue seus braços”, disse Baghdadi, referindo-se a seguidores no Iraque, Síria, Arábia Saudita, norte da África e outros países da África.

“Oh, soldados do califado, arremessem as chamas da guerra aos seus inimigos, avancem contra eles e os sitiem em todos os cantos, e permaneçam firmes e corajosos”.

No início de novembro de 2016, o líder do Estado Islâmico havia pedido que seus seguidores lutassem contra os “incrédulos” e “fizessem seu sangue correr como rios”.

Apoie o Café no Front. Seja nosso Comandante com contribuições mensais a partir de R$ 1,00. Ajude-nos a divulgar a história militar. É só acessar o link abaixo para ser um do nossos Generais:

Apoio Café no Front

Curta Café no Front no Facebook.

apoia-se-03

Fonte: Reuters

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s