I Guerra Mundial – 20 Curiosidades

Por Sagran Carvalho.

Início formal

O que desencadeou o conflito formalmente foi o assassinato do Arquiduque Franz Ferdinand — herdeiro do Império Austro-Húngaro — e sua esposa Sophie. O incidente ocorreu em Sarajevo e levou o Império Austro-Húngaro a declarar guerra contra a Sérvia.

Assim, embora tenha tido início entre os austro-húngaros e os sérvios, foi uma questão de tempo até que as demais potências europeias — e de países de outras partes do mundo — se unissem ao conflito, em um verdadeiro efeito dominó.

Curiosidades sobre a Primeira Guerra Mundial:

1 – Após a declaração de guerra entre austro-húngaros e sérvios, a Alemanha declarou guerra contra a Rússia no dia 1 de agosto e, dois dias mais tarde, contra a França;

2 – No dia 4 de agosto, a Grã Bretanha declarou guerra contra a Alemanha e se uniu à França e à Rússia, formando o grupo dos aliados;

3 – Em 23 de agosto, o Japão declarou guerra contra a Alemanha e, no dia primeiro de novembro, o Império Otomano se uniu ao Império Austro-Húngaro e ao Alemão para formar a coligação denominada Impérios Centrais. Os EUA se uniram ao conflito durante o último ano da guerra;

4 – A Primeira Guerra Mundial envolveu a participação de perto de 70 milhões de soldados de 30 países espalhados por cinco continentes, provocando a morte de aproximadamente 10 milhões deles durante os combates — sem falar nas milhões de vidas perdidas devido à fome e ao surgimento de doenças;

5 – O conflito é o sexto com o maior número de mortes na História;

6 – A Gripe Espanhola foi a responsável pela morte de aproximadamente 1/3 de todos os militares que perderam suas vidas durante a guerra;

7 – Cães foram largamente utilizados como mensageiros, carregando ordens aos frentes de batalha através de capsulas que ficavam presas a seus corpos;

8 – Até então, nenhuma guerra havia se apoiado tanto no uso de trincheiras. Essas valas se estendiam por quilômetros de distância e muitas delas se tornavam alagadas e ficavam cheias de barro, enquanto que piolhos, doenças e ratazanas enormes infernizavam as vidas dos soldados entrincheirados;

9 – Cerca de 40 quilômetros de trincheiras foram construídos só no famoso “Frente Ocidental ( Somme)”, e muitas delas tinham nomes inspirados em endereços de verdade;

10 – A expectativa de vida nas trincheiras era de aproximadamente seis semanas, sendo que os oficiais com menos patentes e os que carregavam as macas estavam entre os que se expunham mais aos riscos;

11 – Aproximadamente 6 mil homens morriam todos os dias durante a guerra;

12 – Todas as semanas, aproximadamente 12 milhões de cartas eram entregues aos soldados;

13 – A Primeira Guerra Mundial deu início ao desenvolvimento da cirurgia plástica, e os primeiros bancos de sangue também foram criados durante o conflito;

14 – Oficialmente, os soldados britânicos tinham que ter 19 anos para servir ao exército. Contudo, estima-se que cerca de 250 mil garotos tenham mentido suas idades e o mais jovem soldado de que se tem notícia tinha apenas 12 anos;

15 – Em dezembro de 1914, soldados da Força Expedicionária Britânica ouviram soldados alemães entrincheirados em Frelinghien, na França, cantando hinos natalinos e viram que os oficiais haviam colocado pequenas lanternas e árvores Natal ao longo das trincheiras. Os homens de ambos os exércitos começaram a trocar mensagens e, no dia seguinte, todos concordaram em declarar uma trégua informal, passando o dia na companhia uns dos outros;

16 – Durante a trégua, os soldados trocaram presentes, jogaram futebol e tiraram fotos juntos. Esse dia se transformou em uma das lembranças mais emotivas da Primeira Guerra Mundial, um momento no qual inimigos permitiram que a compaixão triunfasse sobre suas diferenças políticas e se criasse um breve respiro dos horrores da guerra;

17 – Um dos conflitos mais sangrentos da História da Humanidade ocorreu durante a Primeira Guerra Mundial. Conhecida como “Batalha de Somme”, ela resultou na morte de mais de 1 milhão de pessoas, e ocorreu durante um esforço dos britânicos em expulsar os soldados alemães de suas trincheiras;

18 – Assim, no primeiro dia da ofensiva em Somme, depois de cavar túneis sob as trincheiras dos alemães e posicionar quase 30 toneladas de explosivos, os soldados britânicos fizeram seus inimigos voarem pelos ares. A cratera resultante da explosão existe até hoje, medindo mais de 90 metros de diâmetro e mais de 20 de profundidade;

19 – A papoula vermelha se transformou no símbolo da Primeira Guerra Mundial graças a um cirurgião canadense chamado John McCrae. O médico escreveu um triste poema em homenagem a um amigo que morreu durante o conflito e, nele, McCrae menciona as papoulas vermelhas como sangue dos campos de Flandres, na Bélgica;

20 – Hoje, as flores podem ser vistas na primavera e começo do verão pelo local que durante a guerra foi o Frente Ocidental, e servem para recordar a todos os soldados caídos durante as batalhas.

Apoie o Café no Front. Seja nosso Comandante com contribuições mensais a partir de R$ 1,00. Ajude-nos a divulgar a história militar. É só acessar o link abaixo para ser um do nossos Generais:

Apoio Café no Front

Curta Café no Front no Facebook.

apoia-se-03

Adaptado do texto original de Maria Luciana Rincon publicado em Megacurioso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s