Militância Lulista, não seja como o deputado BBB. Caia na real e pare de passar vergonha.

Por Sagran Carvalho.

Até onde em nome da ideologia, é aceitável a abstração da realidade?

Sinceramente não sei, mas quando você vê um deputado BBB ruminando que um juiz aplicou uma sentença em alusão ao número de dedos do réu, chegamos à conclusão de que a razão perde feio para a fé ideológica. Lembre-se que este congressista foi eleito e representa um bocado de gente aloprada como ele.

Nas redes sociais a lamuria não foi diferente. Adeptos do messianismo inquestionável criavam e se apegavam as mais estapafúrdias teorias de perseguição e vitimização política sofrida pelo Mito. Iam desde a ladainha do não há provas até as mais loucas teorias conspiratórias “tucanescas” para o impedimento da chegada de seu líder ao Planalto em 2018.

Coisas sem pé nem cabeça, teorias das mais malucas justificadas pela fé cega, no caso da militância caviar, ou por interesses menos nobres de políticos aliados foram cantadas aos quatro ventos na defesa de seu ícone sagrado, que ao não se sustentarem ao primeiro debate sério, na falta de melhores argumentos, indicam aos desafetos os palavrões mais baixos e desinteligentes. A grande maioria destes iludidos bovinos, nem se deu ao trabalho de ler na íntegra a decisão judicial, mas já tinham na ponta da língua todos os argumentos para rebater a “injustiça” cometida.

Gente, não há mais a minima vergonha ou pudor em se passar vergonha pública. Twitter e facebook estão aí, não me deixam mentir. Basta só dar uma olhada nos trending topics ou na time-line para perceber o quanto a coisa esta séria.

Pessoas que tem fé em políticos já não devem ser levadas a sério normalmente, mas o problema aqui é que o número delas é bastante significativo, e quando as eleições se apresentam, cegamente vão lá e apertam o verde no seu bandido de estimação sem um pingo de dor na consciência. Verdadeiramente acreditam que o seu Messias é a solução para todos os problemas da nação, além de ser responsável direto por todas as conquistas que o pobre bovino tenha tido na vida. É de fato uma religião, uma procissão de fé que lega ao larápio todas as benesses e obscurece todos os maus atos praticados. Para os menos cegos, é o famoso “rouba mas faz”. Para os demais, é santidade pura que não merece criticas.

Não seja assim, tenha um minimo de amor próprio. Não há necessidade de ficar sendo humilhado a cada conversa ou debate de que participa. Não adote políticos, não acredite em Messias…ao menos, no mundo real eles não costumam dar as caras.

Você não precisa ser como o deputado BBB. Não precisa passar vergonha. Isto é uma opção, e você pode escolher.

E se não acreditar no que falo, use a mesma desconfiança para seu bandido de estimação.

Pense por si e desconfie sempre.

Pare, pense, leia, escute e questione.

Siga estes passos, que as chances de vergonha alheia desaparecerão da sua vida.

Simples assim.

A escolha é sua…

 

Abraços.

Força e Honra!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s